Notícias

Arte Sacra06/07/2020

A arte sacra representa uma forma de manifestação 

artística que está intimamente relacionada com a
religiosidade e o sagrado. Denominados de “
paramentos litúrgicos” e “roupas litúrgicas” 
(vestimentas e acessórios), ela compreende a toda 
a ornamentação sagrada.
Destacam-se a arquitetura das igrejas e templos, 
esculturas de santos, painéis no teto das igrejas, 
pinturas, gravuras, afrescos, vitrais, mosaicos, 
desenhos de passagens bíblicas, utensílios litúrgicos,
vestimentas, etc.
Atualmente, podemos encontrar museus com obras 
da Arte Sacra em todas as partes do mundo. 
No Brasil, a arte sacra foi a primeira manifestação 
no tempo da Colônia, sendo Aleijadinho um dos mais
proeminentes nomes da Arte Sacra, no contexto do
barroco mineiro.
Vale lembrar que a arte sacra, da mesma forma que
outras manifestações artísticas, é um reflexo da
história e cultura, construída com o intuito de 
embelezar e trazer à tona a essência humana.
Assim, ela não possui um estilo definido, uma vez 
que depende da época produzida bem como da 
cultura a qual está inserida.
A arte sacra é utilizada por diversas religiões e 
crenças, por exemplo: a arte cristã, a arte budista, 
a arte islâmica, a arte religiosa barroca, etc.
Diferença entre Arte religiosa e Arte Sacra:
-Arte religiosa: reúne obras artísticas de cunho religioso
 representada por esculturas de santos, pinturas de passagem
 bíblica. Essas manifestações geralmente estão fora dos lugares
 de cultos e rituais religiosos.
-Arte sacra: obras de teor religioso que, entretanto, estão
 relacionadas aos rituais. Sua função é ornar os locais em
 que os ritos e celebrações religiosas ocorrem, envolvendo
 assim, as sensações de religiosidade e fé dos fiéis envolvidos,
 mediados por um ambiente sagrado chamado de “espaço litúrgico”.
                                                                                    Daniela Diana
                                                        Professora licenciada em Letras